domingo, 15 de setembro de 2013

Voltas em Linhas Rectas


A vida é sempre a mesma coisa, é um panorama de equívocos e ilusões, as cores é que são diferentes.  


Vai Por Mim
não entres nesse comboio amor
que vai rumo a essa terra longe
onde as pessoas almoçam de pé
e nem sequer dizem olá
por isso vai por mim,
não entres nesse comboio amor
Não lhe atendas o telefone amor
ele só te vai trazer amargos
isso é porque ele não gosta de ti
e tu ainda gostas de mim
Por isso vai por mim
não lhe atendas o telefone amor
vai por mim
a cidade não te assenta bem
vai por mim
não deixes que te assentem
cimento no coração
não te cases já, ó meu amor
pensa bem no que isso significa
não te esqueças de olhar para trás
ainda tens quem te queira bem
por isso vai por mim
não te cases já, ó meu amor
Diz à mãe que me ligue, rapaz
sei como é a vida na cidade
e sei que nos pode consumir
ao ponto de se almoçar de pé
por isso vai por mim
diz à mãe que me ligue rapaz
aceita os meus pêsames amor
já passaram sei lá quantos anos
o teu homem, Deus já tem
e tu ainda teimas, criatura
vai por mim,
entra lá nesse comboio, amor
vai por mim
a cidade não te assenta bem
vai por mim
não deixes que te assentem
cimento no coração

32 comentários:

  1. Que lindo! E nunca podemos permitir que cimentem nosso coração mesmo! abração,chica

    ResponderEliminar
  2. Nossos corações devem ficar ilesos,sem cimentos,
    caso contrário ficarão endurecidos para o amor.

    Lindo poetar.

    bjs amigo Antonio
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Oi António,
    Conheci um colega nessa situação: Não deixaram ele ir e seu coração não foi cimentado por momentos de amor e prazer.
    Ficou e seu coração ficou cimentado na sua infelicidade.
    Eu acho que cada pessoa tem que ir onde quiser, para depois não colocar a culpa em ninguém.
    Eu quis galgar um sonho numa metrópole, se estava bem ou não nunca falei pra ninguém, cada um é dono dos seus atos.
    Tudo na vida é remediável, só a morte nos derruba!!!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  4. La vida y sus singulares tonos... así debemos transitar por su infinita línea!
    Una entrada muy bonita Antonio, mil gracias por tu encantadora vista.
    Abrazos miles.

    ResponderEliminar
  5. Bonjour Antonio,
    ta publication est très belle et très touchante !
    MERCI et GROS BISOUS !!!

    ResponderEliminar
  6. Hello Antonio...

    very nice photo !! It is so beautiful ...

    Greetings from Germany

    ResponderEliminar
  7. Bom dia
    Excelente frase.. Música fantástica que não conhecia. gostei mesmo...Linda letra, que acontece tanto nesta vida...

    òptima semana,Abraço

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. oi Antonio,

    cimento e gesso deveriam ser materiais pouco usados,
    endurecem tudo pela frente...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Bom demais e chegar aqui e encontrar tamanha inspiração, é a vida!!!!
    A vida num todo, seguindo em frente, sejam em linhas retas ou não.
    E devemos ser mais maleáveis, pois a vida pode parecer dura, mas não é, e com a certeza de um novo dia, o amanhã, vamos....
    Beijos e excelente semana
    Ritinha

    ResponderEliminar
  10. Portanto vamos colorir ...!!!


    belíssimo click...

    Abç

    ResponderEliminar
  11. Discordo da frase, desculpe. A vida não é a mesma coisa não, situações até parecem iguais, mas pára por ai. Todos nós, somo um mundo particular, portanto pensamos diferentes, reagimos diferentes e tomamos decisões diferentes. Cada um tem o direito de escolher o que for melhor pra si, sem se importar com o que os outros pensam. Cada sabe o que é melhor pra si. Fica bem.

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde

    Bonito de ver e ler como sempre

    Deixo abraço
    *************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Olá Antonio querido


    Uma semana cheia de realizações pra você...
    Beijinhos
    Ani

    ResponderEliminar
  14. "Não deixes que te coloquem cimento no coração"...uma realidade de quem vive nas grandes cidades.
    A correria no tempo, torna-nos uma grande parte das vezes seres insensíveis, para quem as coisas mais pequenas se tornam invisíveis, ou tão somente , pouco importantes, como almoçar em pé numa ponta de um balcão.

    Gostei do poema, muito actual e cheio de imaginação.

    Abraço e boa semana!

    ResponderEliminar
  15. "Não deixes que te coloquem cimento no coração"...uma realidade de quem vive nas grandes cidades.
    A correria no tempo, torna-nos uma grande parte das vezes seres insensíveis, para quem as coisas mais pequenas se tornam invisíveis, ou tão somente , pouco importantes, como almoçar em pé numa ponta de um balcão.

    Gostei do poema, muito actual e cheio de imaginação.

    Abraço e boa semana!

    ResponderEliminar
  16. Gostei imenso do poema...até porque detesto comer de pé, rrsss

    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  17. I find live changes daily and it's all about how we deal with it.
    Nothing stays the same.

    "cement in the heart" Sad!

    ResponderEliminar
  18. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderEliminar
  19. Muito interessante.
    Mudam as ilusões, mudam os cenários, os personagens, as cores.
    O Eclesiastes - Bíblia, diz que tudo nesta vida é ilusão (ou pelo menos entendi assim ao ler)
    abraço

    ResponderEliminar
  20. Uma linda e feliz semana. Belas postagens aqui....

    ResponderEliminar
  21. Gostei! O clip está ótimo e a música é bem gostosa!
    Mas não há como fugir e se esconder para sempre. É preciso entrar no comboio e enfrentar a vida, senão, não se vive, não se ama, não se descobre cores e dores. Tudo faz parte! :) Boa semana!

    ResponderEliminar
  22. Bela imagem e contexto.
    Na verdade não precisaria de nada escrito.
    Apenas a imagem consegue dar a mensagem por si só.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  23. Gostei muito!
    Já achei que o meu dia já não tinha mais cores, que já nem havia odores ou dores. Quase decidi a não entrar mais no comboio do amor. Repensei, no entanto, e decidi permitir que as oportunidades da vida me levasse de novo ao melhor ponto. Cada um com sua decisão, o que não se pode permitir realmente é que haja cimento no coração.

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  24. A sociedade está petrificada e corrompida e os mais velhos já não são ouvidos como antigamente!

    Uma boa semana!

    ResponderEliminar
  25. Belo texto, para marcar em grande o início da semana.

    ResponderEliminar
  26. Como sempre aqui se encontra bons textos para ler e reflectir.
    Desejo esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  27. tem razao eu so vi, e nao comentei, ando meio confusa com coisas pessoais...mas gosto, voce bem que sabe! acho voce fantastico e o do garot e linissima!
    abracos!

    ResponderEliminar

  28. As cores são diferentes sim... mas cabe a cada um de nós escolher para si as cores mais bonitas, mais vivas... e se para sermos felizes precisarmos de viver de ilusões... olha, porque não?

    Não conhecia este tema do João Só... mas eu subscrevo! Eu não sobreviveria numa cidade grande!
    :))


    Beijinhos Minhotos
    (^^)

    ResponderEliminar