sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Santana da Serra/Odemira/Portugal


Segredos
Demoramos demasiado tempo para nos livramos dos segredos fechados, até ao dia, que de um momento para outro, descobrimos que temos uma vida pela frente para ser vivida.

Um Segredo Fechado
Longe daqui,
Tens um segredo guardado,
Para abrir,
Num lugar mais desejado,
Num lugar onde possas saber,
Que por ser segredo não podes dizer;
Serás tu a sombra que olhas no chão,
Serás a promessa que trazes na mão,
De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,
Se não tens ninguém a quem te revelar,
Serás o silêncio ou um sonho desfeito,
Será teu o grito que arrancas do peito,
De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,
Se não tens ninguém a quem te poder dar;
Longe daqui,
Tens um desejo fechado,
Para abrir
Num lugar mais arejado,
Num lugar onde possas saber,
O que há já muito tempo ficou por dizer;
Serás tu a sombra que olhas no chão,
Serás a promessa que trazes na mão,
De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,
Se não tens ninguém a quem te revelar,
Serás o silêncio ou um sonho desfeito,
Será teu o grito que arrancas do peito,
De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,
Se não tens ninguém a quem te poder dar;
Fixaste o teu olhar no meu,
Ficaste longe daqui,
Tu estás longe de ti,
Tão longe de nós,
Podes parar de saltar,
Noutro lugar;
Serás tu a sombra que olhas no chão,
Serás a promessa que trazes na mão,
De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,
Se não tens ninguém a quem te revelar,
Serás o silêncio ou um sonho desfeito,
Será teu o grito que arrancas do peito,
De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,
Se não tens ninguém a quem te poder dar

27 comentários:

  1. Linda foto e palavras! Ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  2. Um segredo fechado sempre será um grande segredo.

    bjs amigo Antonio.
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Oh what a cool foggy photo !! Great :)

    Greetings

    ResponderEliminar
  4. O Baixo Alentejo é lindo e proporciona fotos divinas

    Deixo abraço
    ******************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Oi António,
    Em primeiro lugar agradecendo sua força nos meus comentários e sem querer a gente descobre pessoas legais que conseguem ficar do nosso lado nos momentos de fraqueza e de dor.
    A vida só e vivida na sua intensidade quando temos amor no nosso coração e que conseguimos distribui-lo um pouquinho para as pessoas que se encontram à deriva.
    Com muitas manifestações que recebi consegui chegar a um porto seguro. Quiça eu não tenha perdido a inspiração e a credibilidade nos homens.
    Obrigada por tudo
    Sua amiga
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  6. A vida está sempre nos convidando para dançarmos com ela, mas nós a deixamos muitas vezes a dançar só, por vários motivos.
    Letra de música muito interessante.
    abraço

    ResponderEliminar
  7. Para fazer a vida valer a pena, precisamos entender os sinais e ficar atento.

    Gostei da letra.

    Abraços

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito, grata por partilhar este espaço que tanto nos engrandece...

    Bom fim de semana!!

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito, grata por partilhar este espaço que tanto nos engrandece...

    Bom fim de semana!!

    ResponderEliminar
  10. Gostei muito, grata por partilhar este espaço que tanto nos engrandece...

    Bom fim de semana!!

    ResponderEliminar
  11. M A R A V I L H O S O....
    COM MUSICA = E X C E L E N T E!!!

    Grande Abraço, bom fim de semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. E das duas uma, ou libertamos os segredos ou esquecemo-nos deles de vez e voamos para fora da gaiola. :)

    ResponderEliminar
  13. Lugaramigo

    Hoje sou eu que assino na nossa um texto intitulado Sermão do Lázaro. Aviso desde já que ele não deve ser lido por damas, meninas, solteiras, casadas ou viúvas, cavalheiros com menos de 98 anos e máximo 99, integrados na ordem democrática vigente, e com sólida formação moral e cívica. Aqui deixo um excerto.

    Teodósio acordou rouco. Rouco? Rouquíssimo. E o sermão? Nisto meditava quando se dirigia à igreja paroquial e por isso disse com decibéis negativos ao sacristão Jaquim. Como iria ser? Ninguém o entenderia com aquele falar roufenho. Uma desgraça!

    Abç

    Henrique

    /////////////

    NB – Este texto já saiu na Zorra da Boavista e no Ler, escrever e viver… Um homem não chega para tudo. Tende piedade…

    ResponderEliminar
  14. oi Antonio,

    os segredos nos tiram a liberdade de viver
    a vida intensamente...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. gostogostogosto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    bjos

    ResponderEliminar
  16. Bonjour qu'elle est belle ta photo j'adore ce paysage
    le jour se lève je pense
    bise

    ResponderEliminar
  17. Essa foto a p/B está linda só espero que esse fog não tenha causa incendiária :(

    ResponderEliminar
  18. Parabéns, vc escreve muito bem. Adorei tudo.
    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. C'est MAGNIFIQUE !
    MERCI pour le partage
    et bonne journée !!!

    ResponderEliminar
  20. Toda vestida de branco, prazenteira, essa aldeia!
    Saudações poéticas!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  21. Muito bonito td por aqui..e aind aencntro meu querido amigo Vieira Calado por cá..esse poeta sublime!!!Agora me esenti em casa..voltarei mais vezes!! abraços

    ResponderEliminar
  22. Meu link www.purapoesiaa.blogspot.com..apareça por lá.Abraços

    ResponderEliminar
  23. Je viens te souhaiter
    une belle soirée AG

    ResponderEliminar
  24. Oi António,
    Obrigada pela visita.
    Fique com Deus
    Hoje é um novo dia cheio de esperanças...
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  25. Preciosa foto y muy bonito el escrito. Portugal es magnífico.

    Un saludo grande.-

    ResponderEliminar

  26. Olá Antônio,

    E como é bom este momento de descoberta. Segredos fechados sufocam.
    Bela foto. Na serra tudo é cinza e traz um beleza misteriosa.

    Abraço.

    ResponderEliminar