segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Se For Amor

"Não interessa quem tu amas, onde é que amasporque é que amas, quando é que amas ou como é que amas, o que interessa é que amas."
John Lennon



Se For Amor

Se for amor Vou ter que arriscar Se for amor Vou ter que te agarrar Se for amor Vou dar o braço a torcer Se for mesmo amor É capaz de doer Se for amor Eu vou duvidar Se for amor Eu vou levitar Só eu sei Que o que eu sinto por ti É maior que tudo o que senti Só nos teus braços sei ser eu Isto nunca aconteceu E só eu sei Que é mais provável O sol se apagar Do que eu deixar de te amar Se for amor Vou te conquistar Se for amor Não tem nada que enganar Se for amor Não olho para trás Se for mesmo amor Vou ter que ser capaz Se for amor Eu vou duvidar Se for amor Eu vou levitar Só eu sei Que o que eu sinto por ti É maior que tudo o que senti Só nos teus braços sei ser eu Isto nunca aconteceu E só eu sei Que é mais provável O sol se apagar Do que eu deixar de te amar Só eu sei Que o que eu sinto por ti É maior que tudo o que senti Só nos teus braços sei ser eu Isto nunca aconteceu E só eu sei Que é mais provável O sol se apagar Do que eu deixar de te amar Do que eu deixar de te amar

sábado, 24 de novembro de 2018

Alegria


“A alegria evita mil males e prolonga a vida.”
                                       William Shakespeare


Amor Electro - Miúda do Café 

Mais um dia sem sorrir Só me pede o que não tem Nem os olhos põe em mim Não repara no que eu sei Não me vê Não repara no que eu sei Dou-lhe o que me foi pedido Com um toque de desdém Pra mostrar ao James Dean A mulher que ele não tem Não tem A mulher que ele não tem Dou as costas traço o plano Para a noite te encontrar Ponho o salto e o batom Sei o que te faz dançar O sentido neste jogo É pra te fazer corar Que a miúda do café Não te serve neste bar Não fiz por mal Não viste o que era natural A luz do dia em mim Não cega, não me faz ver mal Mas a vida é mesmo assim Mais uma dança só pra mim Chega de sorriso largo Quer me dar o que não tem Não desvia o olhar Quer saber o que já sei Sem sentir Quer saber o que eu já sei Dá as costas traça planos Para à noite me encontrar Ponho o salto e o batom Sei o que me faz dançar Que o sentido neste jogo Era para te mostrar Que a miúda do café Não dá cartas sem ganhar Não fiz por mal Não viste o que era natural A luz do dia em mim Não cega, não me faz ver mal Mas a vida é mesmo assim Mais uma dança só pra mim


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Barco


O barco de cada um está dentro de seu próprio peito.
                                  Mia Couto
                                                  (Cada Homem é uma Raça)




MARO & Manuel Rocha - Barco

Amar é ouvir com atenção A fúria do mar, uma canção E o grito que traz a emoção Do barco que vai sem direcção Amar é partir e querer voltar O sonho de ir, sem atracar Saudade que vem em contra-mão E o barco que vai sem direcção Amar é ouvir com atenção A fúria do mar, uma canção E o grito que traz a emoção Do barco que vai sem direcção Amar é partir e querer voltar O sonho de ir, sem acordar Saudade que vem em contra-mão E o barco que vai sem direcção

domingo, 4 de novembro de 2018

Muros


Não se pode chegar à alvorada a não ser pelo caminho da noite.
                          Khalil Gibran

                          Ensaísta/Filósofo/Poeta


Pedro Abrunhosa - Amor Em Tempo De Muros ft. Lila Downs

Partir é ferro que arde, Sem que se parta a lembrança, Que a mão esquerda te guarde Enquanto a noite avança. Eu hei-de voltar, Prometo! Se alguém perguntar, Eu volto! E se eu demorar, Dá-me o teu beijo apertado E que nos vejam dançar. Ohohoh Ohohoh Somos do lado dos puros, Meu Amor, Amor em tempo de muros. Préstame tus alas, Siempre supiste volar, Te doy mis ojos en brasa, Los tuyos no han de llorar. Yo he de traerte El fuego. He de liberarte, Lo juro! Y he de salvarte! Dame tu beso callado, De lejos voy a llegar. Ohohoh Ohohoh Somos del lado de los puros, Mi Amor, Amor en tiempo de muros. Ohohoh Ohohoh Son días oscuros, Mi Amor, Amor en tiempo de muros. Andam cobras no caminho, E das pedras do moinho, Hicieron alta la muralla, Batalla Dios para quedarse! Ohohoh Ohohoh Somos do lado dos puros, Meu Amor, Amor em tempo de muros. Ohohoh Ohohoh São dias escuros, Meu Amor, Amor em tempo de muros, Somos do lado dos puros, Amor sem tempo e sem muros.

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Linhas Tortas

Amor é poesia que não cabe entre linhas


Frederico BC - Ponto Final

Se nas tuas linhas tortas E de pontuação errante Eu tentar ler direito Vejo-me cego e ignorante Será profunda paixão Ou leveza passional Gostas de mim exclamação Ou gostas ponto final? É sinal de permanência Ou dúvida sentimental Gostas de mim reticências Ou gostas ponto final? Gostas de mim sem limites Sem entraves, travessões Sem aspas, parênteses, vírgulas Sem segundas acepções? Eu gosto de ti e é tudo Gosto de forma total Gosto sem reticências Gosto, ponto final É sinal de permanência Ou dúvida sentimental Gostas de mim reticências Ou gostas ponto final? É sinal de permanência Ou dúvida sentimental Gostas de mim reticências Ou gostas ponto final? E tu que és toda prudências Aspas e hesitações Podias ter a decência De responder com urgência Às minhas interrogações É sinal de permanência Ou dúvida sentimental Gostas de mim reticências Ou gostas ponto final?

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Seja o que for


As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias, e só os sábios conseguem vê-las.

      Paulo Coelho


Ruben Portinha ft. Cherry - Gostei de te ver

Gostei de te ver, gostei de ir aí, Gostei de saber o que guardas pra ti… Não queria voltar pra não me perder, Eu queria ficar, mas teve de ser… Porque às vezes é preciso vir pra cá, Porque há dias em que a coisa já não dá. Fiquei bem melhor, só não sei explicar, Mas seja o que for vais adivinhar… Tu sabes porquê, não queres é dizer Que o que não se lê soubeste escrever. Porque há coisas que não chegam até mim, Porque a vida é uma luta por um sim. Vim contar-te um segredo, Vim matar o teu medo, Sei que vais gostar… Dou-te a mão lá no fundo E o botão do meu mundo, Sei que o vais ligar… Gostei de te ver, gostei de ir aí, Gostei de saber o que guardas pra ti… Tu sabes porquê, não queres é dizer Que o que não se lê soubeste escrever. Porque há coisas que não chegam até mim, Porque a vida é uma luta por um sim. Vim contar-te um segredo, Vim matar o teu medo, Sei que vais gostar… Dou-te a mão lá no fundo E o botão do meu mundo, Sei que o vais ligar…

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Amigos


O tempo e a verdade são amigos que sempre se encontram.

                              Elias Henrique


IRIS - Há sempre um amanhã

Há noites sem dormir
E no meio da escuridão
Há uma lágrima a cair
Tens sempre a sensação
De que nada te dá razão
P'ra voltar a amanhecer

Há sempre um amanhã
Há sempre um sonho
E um dia p'ra viver uma emoção
Há sempre um amanhã
Há sempre um amigo, contigo
A quem possas dar a mão

Há o dia sem fim
Em que tudo o que há p'ra fazer
É sempre um jogo a perder
Sai e luta por ganhar
Vê que perder é morrer
E há sempre um dia a nascer

Há sempre um amanhã
Há sempre um sonho
E um dia p'ra viver uma emoção
Há sempre um amanhã
Há sempre um amigo, contigo
A quem possas dar a mão

De cabeça erguida
(há sempre um sol a nascer)
Entre a multidão
(Há uma guerra a vencer)
Não há uma guerra perdida
(Há sempre um dia a nascer)
És tu a razão (um amanhã)

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

A vida é boa


"As coisas mais importantes na vida não são coisas."
                                   Anthony J. D.


A Dança/Tiago Nacarato

De uma dança nasceu algo
Que eu não sei como explicar
Sinto simplesmente sinto
E pouco mais tenho a contar

O meu coração dentro do peito
Agora vive a palpitar
Grito, simplesmente grito
A vida é boa de se viver

E há no mundo quem me faça sorrir
Como ela me faz
E há na vida quem me faça dizer
Mesmo que a seleção
Falhe um penalti em plena decisão
A vida é boa de se levar

Sinto que o melhor da vida
É poder aproveitar
Minuto atrás de minuto
Num vaivém no mesmo lugar

Com a minha mão na anca dela
Girando sem pisar os pés
Bonito, isto é tão bonito
Que canto sem desafinar

Que há no mundo quem me faça sorrir
Como ela me faz
E há na vida quem me faça dizer
Mesmo que a televisão
Mostre o Benfica pentacampeão
A vida é boa de se levar
Mesmo que a televisão
Diga que este ano não há verão
A vida é boa de se levar

E há no mundo quem me faça sorrir
Como ela me faz
E há na vida quem me faça dizer
Mesmo que um dia as Finanças
Se lembrem das minhas poupanças
A vida é boa de se levar
Mesmo que se acabe o stock
Da tão bem-vinda Super Bock
A vida é boa
A vida é tão boa
A vida é mesmo boa de se levar

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

A estrada não tem ninguém


A simplicidade é a forma da verdadeira grandeza.
                                     Francesco De Sanctis



Luís Represas/Mia Rose - Na Curva do Horizonte

A voz não veio de lá
Quem me chamou eu não vi
Se alguém ligou por ligar
Quem me ligou não ouvi

Entrei em casa e fiquei
Em pé e quase dormi
Dos dias longos roubei
Alguns minutos para viver pra mim
Só pra não esquecer porque parti

Parti sem nunca partir
Fiquei sem nunca ficar
Saí sem nunca sair
Voltei sem nunca voltar
Falei sem nunca falar
Gritei sem nunca gritar
Guardei o que posso de mim
Pensei e posso pensar

Felicidade faz bem
Simplicidade maior
A estrada não tem ninguém
Mas tem um vento que cheira a amor
Eu adivinho alguém
Na curva do horizonte
Se és tu que sinto chegar
Não te escondas mais por trás do monte sai
Vem e dá-me a mão
Vamos voar!

Parti sem nunca partir
Fiquei sem nunca ficar
Saí sem nunca sair
Voltei sem nunca voltar
Falei sem nunca falar
Gritei sem nunca gritar
Guardei o que posso de mim
Pensei e posso pensar

Voltei sem nunca voltar
Fiquei sem nunca ficar
Saí sem nunca sair
Pensei e posso pensar

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Vim chorar a minha pena


“A esperança é o derradeiro mal; é o pior dos males, porquanto prolonga o tormento.” 
                   Friedrich Nietzsche



Mano a Mano-Salvador Sobral

Vim chorar a minha pena
No teu ombro e afinal
A mesma dor te condena
Choras tu do mesmo mal

Irmãos gémeos num tormento
Filhos da mesma aflição
Nenhum dos dois tem alento
'Pra dar ao outro uma mão

O amor não nos quer bem
E quem nos há-de valer
Se um perde aquilo que tem
E o outro não chega a ter

Só no resta um mano a mano
Se não queremos ficar sós
Deixa lá o teu piano
Namorar a minha voz

O amor não nos quer bem
E quem nos há-de valer
Se um perde aquilo que tem
E o outro não chega a ter

Só no resta um mano a mano
Se não queremos ficar sós
Deixa lá o teu piano
Namorar a minha voz

terça-feira, 21 de agosto de 2018

O Mistério

    Foto captada da minha janela, "Ria formosa e o oceano Atlântico"

O mistério gera curiosidade e a curiosidade é a base do desejo humano para compreender. 
          Neil Armstrong



Nuno Ribeiro-tu

Tu, és como uma sombra, que me segue, para todo o lugar Tu, és algo que me assombra, me persegue, mas não posso tocar Não sei, porquê, deixei de ver e sinto-me a cegar Não dá, para crer, deixei de ser e não sei respirar Tu, tu tiras-me do sério, porque tu, tu para mim és um mistério não dá para ler nem dá para entender o que tu sentes nem dá para ver se falas verdade ou se tu mentes Não, não dá para ver o que tens para dizer, mas vou descobrir e hei de conseguir saber o que pensas Não, assim não pode ser, não sei o que fazer mas quero saber como desfazer as nossas diferenças Não sei, porquê, deixei de ver e sinto-me cegar Não dá, para crer, deixei de ser e não sei respirar Tu, tu tiras-me do sério, tu para mim és um mistério e não dá para ler nem dá para entender o que tu sentes nem dá para ver se falas verdade, ou se tu mentes Parece que faz sentido o que está a acontecer mas sinto-me perdido sem saber o que fazer tu nunca dás certezas do que queres e que não queres de mim… Tu, tu tiras-me do sério, tu para mim és um mistério e não dá para ler nem dá para entender o que tu sentes nem dá para ver se falas verdade, ou se tu mentes Não da pra ler… nem dá pra ver Ho ho ho ho ho

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Sou tristeza e alegria


A felicidade perderia seu significado se ela não fosse equilibrada pela tristeza.
                    Carl Jung


Celina da Piedade - Assim sou eu

Sou formiga, sou cigarra Sou cantiga, pinto a manta, faço a farra Sou a lebre e a tartaruga Sou de raça, estou em brasa, vou à luta Sou bichinho bem manhoso Poderoso e preguiçoso Com franqueza e arredia Sou tristeza e alegria Sou chorona, está na palma Rezingona, perco a calma Sou destino ensarilhado Diz a linha do meu fado Sei que assim sou eu Sei lá eu por que sou assim Está-se mesmo a ver Sempre assim vou ser Está dentro de mim Eu ser assim Sou areia, sou granito Fico cheia, sou o “bom e o bonito” Sou canseira, sou de gancho Parideira, só de filhos faço um rancho D’ir à luta tenho ganas Contra gregas e troianas Lusitana, luzidia Sou beleza e ousadia Sou mandona, está na alma Rezingona, perco a calma Tudo muito complicado Diz a letra do meu fado

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Talvez


"Talvez um dia seja bom recordar este dia."




Marta Dias e Carlos Barreto Xavier- Canção da Bandida

Eu minto, fujo, finto
Não sou boa
De tão boa
Que me sinto
Cravo os dentes
À toa
Nas tuas certezas
Desconfia
De ternas firmezas

Ou confia em mim
Se não tens amor à vida
Que eu estou proibida
Como pária sem país
Eu sou bandida
Eu sou a praga que a vida nunca quis

Enquanto podes
Foge, corre
Vê se tens medo…
E como ele escorre
Queres que eu derrame
No teu peito este fel?
Eu sempre queria
Por qualquer
Louca fantasia
Que ficasses
E talvez um dia
Tu me ensinasses

A amar… 

terça-feira, 24 de julho de 2018

Continuar a lutar,


Não abandones as tuas ilusões. Sem elas podes continuar a existir, mas deixas de viver.
Mark Twain

Bárbara Bandeira - E Se Eu

E se eu Se eu disser que não vou ficar Se eu não for capaz De continuar a lutar, lutar Mas como é que tu Achas que esse teu desprezo com que encaras tudo Pode te ajudar a esconder ao resto do mundo Que não és seguro nem por um segundo Nem tudo é teu E agora eu ando aqui às voltas a ver se te entendo O passado, eu lamento mas não esqueço Dessa forma lá se vai o sentimento E eu nem penso muito nisto E embora não haja compromisso Eu sei que fico triste Por saber que alguém existe E que pode roubar o meu mundo, num só segundo E eu não nasci p'ra estar em segundo lugar, lugar E se eu Se eu disser que não vou ficar Se eu não for capaz De continuar a lutar, lutar E se eu Se eu disser que não dá Tudo o que eu dei tu podes guardar Porque p'ra mim não vai dar Não vai E eu não te vou julgar Mas esse teu jogo, eu não vou jogar Não foste justo e eu não quero atrapalhar Se estás noutro mundo então deixa-te estar Só não venhas com pressa Tentar meter conversa Se já não me interessa mais Voltar E se eu Se eu disser que não vou ficar Se eu não for capaz De continuar a lutar, lutar E se eu Se eu disser que não dá Tudo o que eu dei tu podes guardar Porque pra mim não vai dar Não vai

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Não importa

Não importa o que se fez, só importa o que falta fazer.

                                 Marie Curie


Rui Andrade - Medo

Procura no medo
Procura no erro
No teu desespero
Há sempre um segredo dentro do espelho

Diz-me o que tu vês
Já não sei quem tu és
Mas se me encontrares
Junta os pedaços, fica por perto

Não deixes o ontem nos guiar
Há sempre uma volta, em tudo se encontra uma solução

Não importa
Não importa, não
Há sempre uma volta,
Em tudo se encontra uma solução

Não importa
Não importa, não
Há sempre uma volta,
Em tudo se encontra uma solução

Encontra no ego
O meu desapego
E é óbvio que nego
Que o teu tempo é tudo o que eu quero

Explica-me o porquê
Pois não dá para ver
A razão da ausência
Do teu corpo e do teu ser

Não deixes o ontem nos guiar
Há sempre uma volta, em tudo se encontra uma solução
Há coisas que não dá para adiar
Há sempre uma volta, em tudo se encontra uma solução

Não importa
Não importa, não
Há sempre uma volta,
Em tudo se encontra uma solução

Não importa
Não importa, não
Há sempre uma volta,
Em tudo se encontra uma solução