domingo, 10 de fevereiro de 2019

Viver Sem Ti

"A beleza das coisas simples existe no espírito de quem as contempla"
                                          David Hume, filósofo britânico.


C4 Pedro - Se Eu Soubesse

Longe do meu amor 
Eu sinto uma dor
Que o meu peito não aguenta
Por mais que eu tente esconder
A minha dor só aumenta 

E eu, não sei, se isto é morrer 
aos poucos
E eu, não sei, se eu estou a 
ficar louco

Eu acho que eu 
Se eu soubesse, aproveitava 
melhor
Se soubesse
Se eu soubesse, aproveitava muito 
mais

Acho que eu beijava  mais
Acho que eu abraçava mais
E pra ti eu olharia mais
Eu te amei tão pouco
Choro feito um louco

Porque hoje não te beijo mais
Hoje eu não te abraço mais
E pra ti eu já não olho mais
Eu te amei tão pouco
Choro feito um louco

Acho que eu beijava mais
O que será de mim se eu não sei 
viver sem ti
Eu vou gritar pra todo mundo 
ouvir
tu vives em mim e eu vivo em ti

E eu, não sei se isto é morrer 
aos poucos

E eu, não sei se eu estou a ficar 
louco

Eu acho que eu 
Se eu soubesse, aproveitava 
melhor
Se soubesse
Se eu soubesse, aproveitava muito 
mais

Acho que eu beijava  mais
Acho que eu abraçava mais
E pra ti eu olharia mais
Eu te amei tão pouco
Choro feito um louco

Hoje não te beijo mais
Hoje eu não te abraço mais
E pra ti eu já não olho mais
Eu te amei tão pouco
Choro feito um louco

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Um dia


Um dia vai deixar de haver amanhã. Um dia vais acordar e já não podes acordar. É bom que acordes antes desse dia
Pedro Chagas Freitas


Às Vezes · Xutos & Pontapés

Às vezes, Basta uma imagem Para nos dar coragem E continuar Às vezes, Basta uma palavra Para soltar a raiva E enlouquecer Por vezes, És tu outras sou eu E o que viveu Não é fácil, nunca é fácil Às vezes, Basta outra imagem Para soltar uma lágrima E duvidar Tu sabes Eu tenho saudades Oh, tantas saudades De te ver sorrir Um dia, Talvez amanhã Em pezinhos de lã O amor vai voltar Um dia, Talvez amanhã Em pezinhos de lã Às vezes, Basta uma imagem Às vezes, Basta uma palavra Às vezes

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Cheguei a casa

 "O que é bom tem pressa de terminar. Sombra eterna só dentro do caracol." 
                                      MIA COUTO, escritor moçambicano.

Carolina Deslandes- A Vida Toda

Quando o nosso filho crescer
Eu vou-lhe dizer
Que te conheci num dia de sol
Que o teu olhar me prendeu
E eu vi o céu
E tudo o que estava ao meu redor
Que pegaste na minha mão
Naquele fim de verão
E me levaste a jantar
Ficaste com o meu coração
E como numa canção
Fizeste-me corar
Ali
Eu soube que era amor para a vida toda
Que era contigo a minha vida toda
Que era um amor para a vida toda
Ali
Eu soube que era amor para a vida toda
Que era contigo a minha vida toda
Que era um amor para a vida toda
Quando ele ficar maior
E quiser saber melhor
Como é que veio ao mundo
Eu vou lhe dizer com amor
Que sonhei ao pormenor
E que era o meu desejo profundo
Que tinhas os olhos em água
Quando cheguei a casa
E te dei a boa nova
E o que já era bom ganhou asas
E eu soube de caras
Que era