sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Consciência


Quando temos consciência do nosso próprio valor…Não é qualquer coisa que nos satisfaz e muito menos que nos atinge.   


A Pele Que há Em Mim

Quando o dia entardeceu
E o teu corpo tocou
Num recanto do meu
Uma dança acordou
E o sol apareceu
De gigante ficou
Num instante apagou
O sereno do céu

E a calma a aguardar lugar em mim
O desejo a contar segundo o fim.
Foi num ar que te deu
E o teu canto mudou
E o teu corpo no meu
Uma trança arrancou
E o sangue arrefeceu
E o meu pé aterrou
Minha voz sussurrou
O meu sonho morreu

Dá-me o mar, o meu rio, minha calçada.
Dá-me o quarto vazio da minha casa
Vou deixar-te no fio da tua fala.
Sobre a pele que há em mim
Tu não sabes nada.

Quando o amor se acabou
E o meu corpo esqueceu
O caminho onde andou
Nos recantos do teu
E o luar se apagou
E a noite emudeceu
O frio fundo do céu
Foi descendo e ficou.

Mas a mágoa não mora mais em mim
Já passou, desgastei
Para lá do fim
É preciso partir
É o preço do amor
Para voltar a viver
Já nem sinto o sabor
A suor e pavor
Do teu colo a ferver
Do teu sangue de flor
Já não quero saber.

Dá-me o mar, o meu rio, a minha estrada.
O meu barco vazio na madrugada
Vou deixar-te no frio da tua fala.
Na vertigem da voz
Quando enfim se cala.

38 comentários:

  1. Lindíssima, as asas estão um espectáculo. Eu gosto de libelinhas.

    ResponderEliminar
  2. Não há nada que nos atinge,quando temos consciência,
    que nossa vida é muito valiosa.

    Lindo poetar amigo Antonio.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo,Antonio!

    És um poeta e teu blog é nota 1000!


    Beijinhos e um final de semana de felicidades e bençãos


    Dryka

    ResponderEliminar
  4. Boa Tarde, Antonio

    Vim te visitar, pois foi através de uma amiga. Chamei-o de Antonio, pois vi escrito no comentário acima.

    Maravilhoso seu blog.

    A pele

    O corpo de um ser tocando o seu.
    E o recanto, como um canto
    O solo apareceu , a estrela de quinta grandeza
    se fez presente

    Antonio, o sonho não pode morrer,
    tem que sonhar, poesia é sonhar,
    é acordar para o infinito da alma e da mente.

    Adorei ler seus escritos.

    Estou a seguir você. Minha foto não está aparecendo nos comentários.

    Abraços e um bom final de Semana.

    ResponderEliminar
  5. Boa noite António g

    Gosto muito de aqui ver, gosto muito do bom gosto musical.... dá vontade de cantar, a seguir a letra...

    Sou se acordo com a frase a cima,

    Bom fim de semana
    Abraço

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Eu tenho a consciência de que podemos ser grandes amigos! Que espaço maravilhoso!
    Música linda e o seu poetar é divino!!!
    Forte abraço...!

    ResponderEliminar
  7. Oi António,
    Vídeo maravilho e excelente pensamento.
    Uma boa noite!
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  8. Olá!!!, Deus te abençoe boa tarde e bom final de semana, amigo pela poesia, SUCESSO AMIGO.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  9. Excelente macro, legenda pertinente.

    Abraço

    ResponderEliminar

  10. Um post perfeito! A fotografia, um espanto, bem esquadrada no pensamento escrito só possível de ser finalizado com a canção (de que gosto muito), que escolheu.

    Parabéns!

    Um beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  11. Boa noite, Antônio. Termos consciência do nosso próprio valor e merecimento, sem dúvida, não é algo que devemos nos questionar.
    Consciência é a palavra chave para todo o nosso caráter se desenvolver unificado.
    Quem não a tem, é pessoa imune aos sentimentos bons, ao que deve ser seguido ou não.
    Parabéns!
    Um excelente fim de semana de paz!
    Beijos na alma.

    ResponderEliminar
  12. Quem tem Consciência do seu Próprio Valor é quem tem uma Enorme Auto-Estima e se Gosta Muito !
    A Fasquia que colocamos a nós próprios é Muito Alta, daí não nos Contentarmos com qq coisita... É Verdade !
    Foto com detalhes impressionantes! Saúde e Felicidades !

    ResponderEliminar
  13. ✿ Merci pour cette belle publication !!!
    GROSSES BISES
    et je te souhaite une belle fin de semaine ! ✿

    ResponderEliminar
  14. olá vim cá ter pelo nome do blogue, é bem verdade existe sempre um lugar
    parabens plas fotos
    kis .=)

    ResponderEliminar
  15. Eis aqui uma foto muito especial e soberba!
    Fico feliz em visitar á este espaço. É por isso
    que eu digo que existe sempre um lugar. Abraço

    ResponderEliminar
  16. Precisamos ter muita força de vontade e persistência para nos amar em primeiro lugar porque, o que não faltam
    são pessoas que nos fazem se sentir desvalorizados. Mas a vida se encarrega de abrir nossos olhos e assim, a
    duras penas vamos apurando nossos gostos. Um abraço, tudo lindo por aqui.

    ResponderEliminar
  17. Beautiful!
    Very nice photo ♥
    Have a wonderful weekend.

    ResponderEliminar
  18. Linda foto AG
    e dá-me o mar a estrada o rio o meu barco vazio nessa madrugada,'
    muito bom ! combinou com minha noite, rs
    deixo abraços

    ResponderEliminar
  19. A consciência do nosso valor afasta o medo e mostra caminhos...
    Abraço
    Maria

    ResponderEliminar
  20. como conseguiu esta foto fantastica e as palavras sao magnificas!
    gde abraco!

    ResponderEliminar
  21. Wow....this is an marvelous macro photo !

    I love dragonfly....so great !!!

    Greetings

    ResponderEliminar
  22. gorgeous macro ! these delicate wings always amaze me
    happy weekend

    ResponderEliminar
  23. Olá
    Obrigado pela simpática visita ao meu blog
    ...
    fiquei
    instantes
    intermináveis
    a
    ouvir
    esta belíssima
    suave canção que adoro!

    AH...pois é...
    Quando temos consciência do nosso próprio valor…
    Não é qualquer coisa que nos satisfaz
    ui........é mesmo!!!

    o deserto
    para mim
    foi na Tunísia
    e
    agora em Marrocos

    é isso
    o deserto resguarda
    in.confessáveis segredos

    eu não anseio mais nada!!!
    ...
    sinto-me fintada

    desfaleço na luta,
    falta-me tempo
    falta-me esperança.

    um beijo meu
    bom fim de semana

    muitos parabéns pela fabulosa macro!

    ResponderEliminar
  24. Et bien une merveille ta photo et tu sais j'adore les regarder l'été plus maintenant hélas
    elle est très belle dans son habit
    bise

    ResponderEliminar
  25. Hola, hermoso vídeo y le letra escrita es una exquisitez: cuando el día atardece y los cuerpos se tocan, en un rincón del alma, son dos los que gozan: del cómplice amor.

    Ha sido un placer.
    Te dejo mi gratitud y mi estima siempre.
    Se muy feliz.

    ResponderEliminar
  26. I love the dragonfly , amazing capture.
    Thanks for sharing.

    ResponderEliminar
  27. Ah! gosto de tudo aqui...
    Bom demais, das palavras poeticamente bem descritas, dos videos, do aconchego, dos temas, das fotos, aliás de tudo!
    Gosto dessa sintonia perfeita entre um homem e aquilo que o coração põe pra fora em palavras tão sensatas, tao gostosas de ler.
    Parabens!
    Bjs meus e um abraço do Grandão que está aqui do meu lado.
    Ritinha

    ResponderEliminar
  28. Olá, A.

    Que coincidência! Esta foi a última música portuguesa que ouvi, poucas horas atrás a estava a ouvir, linda!

    Eu sempre achei que a nossa capacidade de perdoar é proporcional à consciência que temos do nosso valor, sua frase confirma esta minha ideia: "quando temos consciência do nosso valor não é qualquer coisa que nos atinge". É mais fácil perdoar quando não nos deixamos atingir pelas mazelas alheias.

    Abraços!

    ResponderEliminar
  29. Concordo na íntegra

    Acho a foto de um felicissimo bom gosto

    Desejo um Domingo feliz
    Abraço
    ***********************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  30. Linda poesia essa! Adorei. A consciência de saber que lidar com a dor e vislumbrar as possibilidades. Você traduziu com primor. :) Parabéns e obrigada!

    ResponderEliminar
  31. Uma bela macro.
    Nitidez e um bokeh perfeitos.
    Abraço

    ResponderEliminar