quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Lembranças


Entre momentos já esquecidos, permanecem para sempre as melhores lembranças.
 
 
Às vezes
Às vezes, dou por mim quase esquecido,
suspirando meio perdido,
sem ninguém pra conspirar...
Por linhas tortas,
troco as palavras e abro portas,
invento frases de lamento,
houvesse alguém pra duvidar...

Se eu fosse a ti vinha a correr,
não vês que em ti eu posso ser
a sede ardente de um desejo
Se eu fosse a ti vinha a voar,
os pés no ar a querer andar,
sentir o corpo a levitar,
na febre quente de mais um beijo.

Às vezes dou por mim quase rendido,
no teu canto preferido,
a sorte teima em não passar
mas sou teimoso
e fico à espera no mesmo lugar
onde passas sem parar
houvesse alguém pra duvidar
 

38 comentários:

  1. Oi António,
    Se os momentos já estão esquecidos, por que relembrá-los e como?
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  2. Boa noite António Gomes

    Adorei....Não conhecia esta música...

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema, voz e música! Não conhecia João Roque. Vou pesquisar! Obrigada pelapartilha. Bj Ailime

    ResponderEliminar
  4. Peço desculpa, queria dizer Jorge Roque;))! Ailime

    ResponderEliminar
  5. La perseverancia nos lleva al triunfo... una espera que vale la pena.
    Hermosa entrada, besos.

    ResponderEliminar
  6. Lindo amei, ele é uma boa mudança.
    No amor e luz
    Cyn

    ResponderEliminar
  7. Tudo na vida tem um tempo certo para acontecer...não pudemos mudar às coisas a seu espaço, nem às pessoas o lugar que ocupam...por isso, muitas vezes, as nossas emoções se dividem entre aquilo que que é a realidade, e o sonho que ambicionamos. Essa capacidade de tecer sonhos em palavras, chama-se poesia! E a sua é maravilhosa.....:)

    Deixo abraços!

    ResponderEliminar
  8. Oi Antonio,existem realmente momentos que são inesquecíveis,.
    Linda musica!
    bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia-mamymilu.

    ResponderEliminar
  9. Às vezes...ao virar da esquina, sem darmos por isso, aparecem mais momentos bonitos, para mais tarde recordarmos..:-)))
    Bj
    Labirinto de Emoções

    ResponderEliminar
  10. Ay, la saudade siempre llega !
    MUCHOS BESOS.
    FELIZ DIA !

    ResponderEliminar
  11. As lembranças são com facas de dois gumes...
    Um bom tema e uma excelente imagem, como é habitual.

    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Essa teimosia é um problema... por conta dela nos pegamos em recordações passadas.
    Mas desde que sejam boas, tudo bem. Um abraço Antonio.

    ResponderEliminar



  13. Si quieres la luna, no te escondas de la noche.
    Si quieres una rosa no huyas de las espinas.
    Si quieres amor, no te escondas de ti mismo…

    Un abrazo lleno de energía positiva,
    para celebrar a tu lado
    con alborozo el fin de semana.


    Atte.
    María Del Carmen



    ResponderEliminar
  14. You do take the most beautiful photos.
    Unfortunately, the translator is not working at this time and I am unable to read your poem.

    Take care
    Margie
    x

    ResponderEliminar
  15. Só gosto de alimentar as lembranças boas. Maravilhosa poesia!
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. oi Antonio,

    ainda bem que boas lembranças são teimosas e insistem em ficar...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. I like it very much ! beautiful the wind in the hair !

    ResponderEliminar
  18. Les cheveux dans le vent j'aime beaucoup ta photo bise

    ResponderEliminar
  19. Amigo Antonio
    Obrigada por mais uma bela fotografia, que nos traz a mente lembranças de verao!
    O vento continua a fustigar os nossos cabelos, mas faz-nos falta um pouco mais de calor!
    Agradeço a partilha.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde. Obrigada pelo seu comentário, isso fez-me perceber que é normal na idade que me encontro e que vai sempre durar ao longo de toda a vida.
    agradeço pelo comentário
    Mary*

    ResponderEliminar
  21. Acho interessante porque lembranças vão surgindo, boas e/ou ruins. Um aroma, um imagem, um lugar, um sabor...e lá vem as lembranças nos visitando, nos impregnando de outros tempos, e de saudades ou até alívios.
    beijo

    ResponderEliminar
  22. Nem sempre as melhores...mas "faz-se" por isso lol!
    Belo retrato!
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar
  23. Caro amigo

    Quem possui em si
    alguma lembrança,
    entende a diferença
    entre viver e existir...

    Sonhar é voar com o coração...

    ResponderEliminar
  24. Nunca debes de olvidar que con uno poco de tecnica y mucho amor a la poewsia,tu podras conseguir realizar tus sueños

    ResponderEliminar
  25. Entrei por acaso e só posso dizer: Três em um. Maravilhoso poema, bela voz e linda música. Amei demais. Um abraço com carinho

    ResponderEliminar
  26. Oi António
    Que horas são ai?
    Se estiver dormindo: bons sonhos, mas como hoje é sexta é dia de passear.kkk
    Boa noite
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  30. Parte de mim é Partida e a outra é Saudade...

    ResponderEliminar
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  32. Linda foto. As lembranças quando são boas nutrem, e quando não são boas consomem.

    Abraços

    ResponderEliminar
  33. É muito bom ter lembraças, é sinal que se viveu,
    Boa imagem.
    Desejo que esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  34. GUARDA EM TI LINDOS SENTIMENTOS !!! É SEMPRE UM PRAZER LER-TE !!! ESTOU TENTANDO REGULARIZAR O CLIPE QUE NÃO CONSEGUIU ASSISTIR !!! UM GRADE ABRAÇO E OBRIGADO PELO SEU CARINHO !!! Pedro Pugliese

    ResponderEliminar
  35. Vim lhe convidar para conhecer e acompanhar este novo espaço onde estou postando junto com outros amigos

    refugio-origens.blogspot.com

    Aguardo uma visita sua e espero que goste e venha para ficar!!!

    ResponderEliminar