domingo, 19 de fevereiro de 2017

Reconhecer




Sétima Legião - Tão Só

Sempre foi meu defeito
Não saber reconhecer
Que o que foi feito está feito
E ficou tanto por fazer

As causas que eu levo peito
Hão-de acabar por se perder
E não recordo um feiro
Que os meus olhos possam ver

Eu só queria saber
Fechar os olhos para não ver
Tão-só queria saber
Fechar os olhos para não ver

Mas o meu maior defeito
Foi não te reconhecer
Há tanto que eu não aceito
Tanto que eu não soube ver

E ainda trago no peito
A vontade de saber
Mas o passado está feito
E não volta a acontecer

Eu só queria saber
Fechar os olhos para não ver
Tão-só queria saber
Fechar os olhos para te ver

Tão só
Tão só...

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Vamos ao sabor


                                 Ria Formosa


Porque é que a Gente Não se Dá de Miguel Gameiro

Temos tudo p’ra dar certo
Temos o vento a favor
Temos o caminho aberto
Vamos ao sabor

Temos o sol pela frente
Onde quer que a gente vá
Então porque é que a gente não se dá?

Temos pedras no caminho
Toda a gente as têm
Deixa estar não estás sozinho
Tens me a mim também

Temos mais de mil defeitos
E perfeitos já não há
Então porque é que a gente não se dá?

Podem vir de frases feitas
Cheios de boas intenções
Ainda não há receitas
P’ra encontrar dois corações

Podem vir de qualquer lado
Apesar do que lá vem
Eu não te troco por ninguém
Eu não te troco por ninguém

Temos tudo p’ra dar certo
Reunimos condições
Caminhamos lado a lado
Em diferentes direcções

Gosto de te ter por perto
O melhor ainda lá vem
Afinal a gente até se dá bem
Afinal a gente até se dá bem

Podem vir de frases feitas
Cheios de boas intenções
Ainda não há receitas
P’ra encontrar dois corações

Podem vir de qualquer lado
Apesar do que lá vem
Eu não te troco por ninguém

Podem vir de frases feitas
Cheios de boas intenções
Ainda não há receitas
P’ra encontrar dois corações

Podem vir de qualquer lado
Apesar do que lá vem
Eu não te troco por ninguém
Eu não te troco por ninguém

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Oh! Oh! Oh! Oh!


IRIS- Vai dar banh'ó cão

Não me venham dizer nada
Que eu não quero ouvir
Não me venham com promessas

Que me fazem rir
Não me venham pedir contas
Do que eu nunca vi
Não me venham com cantigas
Saiam já daqui

Não me imponham as ideias
Que eu sou mesmo assim
E não pensem que fazem
O que querem de mim
Não me cortem as palavras
Vou até ao fim
Não me venham com cantigas
Saiam já daqui

Oh! Vou dar banh`ó cão

Oh! Oh! Oh! Oh!
Vou dar banh`ó cão
Não me façam perder a cabeça
Não me façam perder a razão
O que vocês dizem não interessa
Já estou farto desta situação