sábado, 1 de novembro de 2014

Lembrar a Saudade


É impossível esquecer quem tantas lembranças deixou.



Meu amor vem ver o rio-Carminho 

"Meu amor vem ver o rio
Como corre de mansinho
Lembra as saudades que tenho
Memórias que não detenho
No correr do meu caminho
Meu amor vem ver o rio
Como corre devagar
Lembra a saudade que sinto
Esta que escondo e que minto
Se não te vejo chegar
Mas vai nele uma tristeza
Corre veloz como o vento
São memórias de outras águas
Presas no correr do tempo
Meu amor vem ver o rio
Desce um triste recordar
Saudades do que partiu
Diz adeus ao casario
E assim se entrega ao mar..."

61 comentários:

  1. Saudade bem mostrada nessa linda foto e palavras! abraços, lindo novembro! chica

    ResponderEliminar
  2. No se pueden olvidar Antonio, nos dejan muchos y buenos recuerdos.Una imagen preciosa!!
    Buen fin de semana.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  3. Uma bela e terna maneira de começar Novembro!

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. "Meu amor, vem ver o rio..." um convite quase urgente, quase desesperado...
    Que coisa mais linda!

    ResponderEliminar
  5. Uma fotografia que parece uma pintura! Muito bonita.
    Tudo parte, até a água do rio não é a mesma...e fica a saudade!
    Bom fim de semana!
    xx

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde
    Linda Foto, quando as lembranças são boas é muito dificil esquecer.
    Adorei, tudo

    Bom sábado
    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. ¡Ay Antonio !... qué bonito !...
    " Meu amor vem ver o río
    como corre de mansinho "... Pura ternura.
    Un abrazo.
    Feliz finde !

    ResponderEliminar
  8. Saudades!
    Nostalgias de tiempos que han quedado grabados en n uestro corazón.
    Bellos versos y la fotografía magnífica com o siempre.
    Beijo y bom sábado.

    ResponderEliminar
  9. Es verdad, imposible olvidar a quien tanto nos quiso y quisimos.
    La foto preciosa.
    Un abrazo!

    ResponderEliminar
  10. Simplesmente fantástico, muito agradável marina! Bom trabalho!

    ResponderEliminar
  11. Hay personas que dejan una huella imposible de borrar. La foto como siempre magnífica.
    Un abrazo y buen finde

    ResponderEliminar
  12. Não preciso dizer a beleza desse post... a foto, a música.... o tema: Saudade... dor de quem perdeu algo, mesmo que temporariamente... Esse blog é muito lindo. Sou um humilde e simples blogueiro sem muita força para elogiá-lo. Só queria saber, de imediato, onde é essa foto....
    Adoro Portugal. Ainda não tive condições financeiras de conhecê-lo como gostaria.... um dia quem sabe???
    No mais fantástico tudo aqui!
    Obrigado pela visita!

    ResponderEliminar
  13. Muy bonita!! Estupenda composición, luz y colores.
    Saludos Antonio

    ResponderEliminar
  14. Bonita fotografía y bonito acompañamiento de música y letra.
    Enhorabuena!

    ResponderEliminar
  15. A saudades fica,e não vai embora,principalmente quando há lembranças de grandes momentos
    Lindos versos e música.
    Bjs amigo Antonio e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  16. Muito bonito.
    Saudades das coisas boas...é importante não esquecer.
    bjs

    ResponderEliminar
  17. Preciosa fotografía que evoca nostalgias, pero también tardes apacibles.
    Un abrazo,

    ResponderEliminar
  18. Very beautiful scene and photographed so well.

    ResponderEliminar
  19. Que imagem linda! e que nostalgia em 1 de Novembro...
    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Boa noite, AGomes.
    Há pessoas, lugares, músicas, sensações, até cheiros! que não dá nem dará, jamais! para esquecer, enquanto tivermos memória e capacidade para fazer uso dela, e/ou enquanto existirmos.
    Foto belíssima, voz de Carminho arrepia num poema divino.
    abç amg
    bom fds

    ResponderEliminar
  21. Oi AG

    Um Novembro....Dois Novembro...Três Novembro
    Novembro foi chegada, Novembro foi partida.
    Novembro é hoje.Novembro sempre será.
    Rio que corre sem que os olhos vejam que não há um só milímetro de rio que permaneça.
    Corre o rio. À margem do que corre...Novembro fica.

    Escorrer lembranças é uma forma de aliviar saudades, pois, que
    Um dia aprendi:"Sempre que sentires saudades, poderás recriar as sensações do que sentes saudades"
    E, mesmo não tendo eu três anos, recrio não só as sensações, mas também a companhia, a única e inesquecível companhia.

    Abraços

    ResponderEliminar
  22. Há quem parta, há quem chegue. E o círculo costuma ser vicioso, pois quem chega logo parte. Assim, vivem os seres de memórias e de saudade. Sua foto é belíssima. As águas nunca são as mesmas, ao receber ou dar adeus aos barcos. Abraço.

    ResponderEliminar
  23. António , a foto é muito bonita e significativa . Música e letra fazendo pano de fundo são ótimas . Parabéns . Abraços

    ResponderEliminar
  24. Sentir saudades do que realmente valer a pena sentir...!

    ResponderEliminar
  25. Es un pensamiento profundo y la fotografía preciosa
    Un beso Antonio

    ResponderEliminar
  26. Está lindo o poema.
    Cantando assim de mansinho
    Se faz pressa em chegar
    Lá mais longe onde se ama
    Sem palavras...Levesinho...

    ResponderEliminar
  27. Heips.
    Memories are like a patchwork quilt, they pop to mind in unexpected moments
    Your photo is lovely
    Hugs.

    ResponderEliminar
  28. J'adore j'adore ta photo elle est au top je trouve
    et cette personne est presque dans l'eau bisous

    ResponderEliminar
  29. Very beautiful picture with so lovely music !!!
    Thank you for sharing and have a happy Sunday !!!

    ResponderEliminar
  30. Os portugueses têm uma alma muito ligada à água. O seu coração bate ao ritmo das marés, o humor segue o dos rios... E aqui uniu, com maestria, essa ligação marítima e a tão célebre saudade lusitana. Lindo momento
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderEliminar
  31. Muy hermosa la marina y bien compuesta. Saludos.

    ResponderEliminar
  32. uma foto que parece um postal!
    muito bela!
    bom fim de semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  33. Quem lembramos com amor vive para sempre no rio do nosso coração.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  34. Un homenaje excelente y emotivo a los que ya no están, la imagen es muy linda, me gusta mucho el color de la imagen y ese cielo tan bonito, la cancion y su letra tambien me han gustado mucho, un abrazo.

    ResponderEliminar
  35. Una hermosa fotografía.

    Un abrazo, Ángel

    ResponderEliminar
  36. Good evening!
    Plaintive mood.
    A great entity.

    ResponderEliminar
  37. Nós portugueses não sabemos viver sem um rio, um mar ou um oceano por perto. A nossa ligação à água está-nos no ADN.
    Muito bonito o poema soberbamente interpretado pela Carminho.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  38. La imagen es impresionante, pero el poema me ha emocionado.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  39. Duma sensibilidade arrepiante.

    Tocou-me deveras.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  40. Una toma realmente fantástica en donde la regla de los tercios lo dice todo,muy bien vista¡¡

    Saludos.

    ResponderEliminar
  41. A foto está muito, como é costume.

    E casa harmoniosamente com o fado de Carminho.

    Bom serão :)

    ResponderEliminar
  42. Uma foto que nos convida a meditar/recordar os que partiram e amamos e por estes dias o fazemos mais intensamente.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  43. Uma imagem bonita Ag e também o seu texto lá novamente fazer deste um belo conjunto. Isso me deixa triste ao ler que é impossível esquecer que muitas lembranças deixadas para trás.
    Muitos cumprimentos, Helma

    ResponderEliminar
  44. Amo as paisagens marinhas AG _ a cada postagem um flash espetacular.
    Tens um olhar parecido com os meus_ busca olhares ao ar livre ,
    Um mundo de poesia ao nosso dispor.
    E me ensinas a gostar dos fados portugueses_ muito bonitos.
    Uma boa semana, e
    meu abraço

    ResponderEliminar
  45. I have been looking at your blog of photos. Beautiful images! Thanks for stopping by my blog and leaving a nice comment.

    ResponderEliminar
  46. j'aime cet effet au ciel et le rendu à l'eau

    ResponderEliminar
  47. oi Antonio,

    a foto consegue exprimir toda a saudade que se tem no peito...
    lindo!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  48. Antonio. quiero avisarte que tomé dos versos tuyos , sin tu permiso y lo puse en mi blog. Espero no te moleste. Puse tu nombre y el de tu blog, como corresponde.
    Es que me gustó tanto, esos versos rezuman ternura. perdón si te molesté ojalá que no.
    Muchos besos.

    ResponderEliminar
  49. Quando alguém faz do nosso coração, sua vivenda, jamais é esquecido!

    ResponderEliminar

  50. Preciosa fotografía. Me gusta mucho esa luz.

    · abraços

    · CR · & · LMA ·


    ResponderEliminar
  51. Gracia por darme la oportunidad de leer este exquisito poema. Es una preciosidad aún con su melancolía.
    La imagen es muy hermosa t de acorde con la letra.
    Ha sido un inmenso placer.
    Te dejo mi gratitud y mi estima
    Besos azules en vuelo y se muy muy feliz.

    ResponderEliminar
  52. Ufffff, una maravilla de imagen. El color dorado, la composición y la luz un lujo.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  53. Boa noite Antonio
    O rio leva nosso amor, dor e passa devagar para a saudade chorar.
    Belo vídeo
    Bárbara

    ResponderEliminar
  54. Se não se esquece... permanece!!
    Gostei imenso desta foto e sua montagem.

    ResponderEliminar