segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Excesso

O excesso de imaginação termina sempre, piorando a questão


João Pedro Pais - "um volto já"

Quero os teus dedos molhados bastante salgados
Encosta os teus lábios aos meus
Mal o meu corpo te encontra, já estas pronta
Mas fazes de conta que não me queres

Tu és... Mais do que um beijo
Sentes desejo houve o coração bater
Mais depressa enquanto me embalas e perdes a fala
Tem cuidado não me faças sofrer

Eu venho de longe, estou quase a chegar
Apresento-me hoje,
Porque amanhã, quero estar

Não demoro, quero-te agora
Fica na porta, um volto já
Mal me conheces,
Mas não me esqueces
Chego mais cedo
Mas não posso ficar

Caio na tua rede,
Matas-me a sede
Olho-me ao espelho a vapor e suor
Fixa, o olhar no escuro
Quero que vejas o meu e o teu esplendor

Fica, bem mais de perto
Tiro-te a teima
O que tens tu para dizer
Sei mais do que tu julgas

Manias novas e há tanta noite a preencher
Eu e tu somos muitos
Não podemos falhar
O que perdemos ontem
Hoje vamos ganhar

39 comentários:

  1. Feliz segunda-feira!
    Excelente postagem.
    Fraterno abraço
    Nicinha

    ResponderEliminar
  2. Ningún exceso es bueno, pero a veces gustan tanto.....
    Bonita foto Antonio!!
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  3. Imagem maravilhosa...Gosto muito de ouvir João Pedro Pais

    Deixo cumprimentos
    .....
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Não vamos exagerar nos excessos.
    Adorei os versos e vídeo amigo Antonio.
    Bjs
    Carmen Lúcia.
    Bjs
    Carmen L´pucia

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde, António
    Regressei de férias completamente recuperado, sim. Obrigado!
    Essa foto é muito bonita; também gostei do vídeo, que não conhecia, embora conheça muito bem a música.

    Uma boa semana. Um abraço
    Miguel

    ResponderEliminar
  6. Uma musica poderosa com uma imagem fantástica.Parabéns

    Beijo e uma otima semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Moderação é sempre bom não é!
    Bela postagem Antonio.Deixo um bjinho ;)

    ResponderEliminar
  8. Los excesos nunca son buenos, pero a veces son una tentación.
    Un fuerte abrazo

    ResponderEliminar
  9. Nada é bom em excesso, mas alguma nota de imaginação é necessário para escrever um belo poema ou uma bela melodia.

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Pois, eu sempre sofri desse excesso de imaginação, e a
    imaginação deve ser q.b. :-)
    Uma canção do J. Pedro Pais a condizer perfeitamente
    com a belíssima foto!
    Boa semana, António!
    xx

    ResponderEliminar
  11. Sim, muita imaginação é ruim quando não é fornecer soluções! Foto bonita das ondas do mar!

    ResponderEliminar
  12. Sei un poeta che fa delle belle foto.
    Complimenti!

    ResponderEliminar
  13. Hermoso post Antonio.
    ¡Me encantó !
    Feliz tarde - noche !

    ResponderEliminar
  14. Nossa mente preenche o vazio, nem sempre com as melhores ideias. Quando a imaginação escolhe o pessimismo, a perspectiva sombria das coisas, pode tolher na semente um ato promissor, assim como imaginar euforicamente pode nos levar ao abismo sem nos darmos conta...imaginar demais, só é bom na ficção ; )
    Um abraço!

    Bíndi e Ghost

    ResponderEliminar
  15. Olá António,
    Às vezes o que queremos muito não vale o nosso sacrifício, então deixemos ser amados.
    Abç
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. Me gusta mucho el mar en movimiento con ese intenso azul rompiendo en las rocas, Antonio. Se puede sentir hasta la brisa. En tamaño poster tiene que quedar espectacular!
    Un abrazo :)

    ResponderEliminar
  17. Adorei a foto e frase!! abraços praianos,chica

    ResponderEliminar
  18. Foto muito bela! Pedras, água, horizonte, céu... forças que sempre me atraem. Todos os excessos são perigosos, não só de imaginação, pois podem alimentar expectativas e decepção. Abraço.

    ResponderEliminar
  19. a foto está muito a meu gosto, a frase também concordo, e a música excelente...

    perfeito

    :)

    ResponderEliminar
  20. Bonita y relajante fotografia acompañada de una reflexión de lo mas original y bajo los acordes de una buena canción de Joao Pedro Pais, saludos.

    ResponderEliminar
  21. Buena reflexión.Pero mirar el mar es un buen exceso;)) Preciosa.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  22. Une photo magnifique même si ne ce moment ici nous sommes dans l'eau bisous

    ResponderEliminar
  23. oi Antonio,

    tudo que é demais não é bom,
    nada como o equilíbrio e o meio termo,
    muito linda a foto...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Já a minha avó dizia: " O que é demais é moléstia"
    A imagem é muito bonita e a canção também. E João Pedro Pais é um dos meus cantores preferidos.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  25. A wonderful image dear Antonio and lovely lyrics to this song.
    hugs
    xoxoxo ♡

    ResponderEliminar
  26. Olá, belíssimo poema.Sempre necessitamos do equilíbrio em tudo para vivermos bem.
    Li seu poema embalada com a canção, bem escolhida,
    A foto também me encantou.
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  27. Gosto da tua foto. Outra pessoa que tem boas fotos, tem este Blogue
    http://aesquinadatecla.blogspot.pt/
    Um abraço António

    ResponderEliminar
  28. Buena reflexión aunque a veces es díficil....
    Un abrazo!!

    ResponderEliminar
  29. A foto está espectacular e desconhecia esta canção.

    Bons sonhos :)

    ResponderEliminar
  30. Boa noite vim deixar uma frase pra vc

    ¸.•*¨✿✿"Há pessoas que nos salvam sem perceber. Por amor. Por amizade. Por simplesmente querer bem."

    Paolla Milnyczul ¸.•*¨✿✿


    Bjusss
    Rita

    ResponderEliminar
  31. Moderando os excessos, não há problema.
    Adorei a foto e música !!

    ResponderEliminar
  32. Bom dia
    Não sei se há excessos de imaginação...ela não tem limites. Como o mar, como a poesia...
    Um abraço, AG

    ResponderEliminar
  33. Bom dia Antonio.
    Um linda imagem, nada é excesso é bom,mas imaginar coisas positivas acham que não tem problema rsrs, mas imaginar com ruim é horrível em excesso é um horror rs.
    Um lindo més de outubro.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  34. Magnífica fotografía y excelente poema.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  35. Olá Antonio

    Ai Ai essas suas músicas!

    Se a imaginação piora tudo, não imaginar sufoca tudo. Fico com o pior, melhor o pior do que morrer sem ar, não achas?

    A foto é belíssima. És um grande fotógrafo e um ouvinte sensível da bela e poética música portuguesa.

    Abraços

    ResponderEliminar
  36. Boa imagem e boas fotografias com música a acompanhar. Boa receita, António.
    Vou voltar.
    BFS

    ResponderEliminar