quinta-feira, 23 de março de 2017

A mamã estava a dormir



VisitCoisas de uma vida:  de Cidália Ferreira


Moda Alentejana

Pedro Mestre - Campaniça do Despique "Zuca Zuca"

Namorei a costureira pelo buraco da chave
e ela estava zuca zuca e esta porta não se abre.
Esta porta não se abre ela é muito má de abrir
e ela estava zuca zuca e a mamã estava a dormir.
A mamã estava a dormir a mamã estava deitada
e ela estava zuca zuca era quase de madrugada.
Era quase de madrugada era o nascer do sol
e ela estava zuca zuca e o cu dela era um fole.
O cu dela era um fole e a barriga um sarilho
e ela estava zuca zuca com o dedo no gatilho."

quinta-feira, 16 de março de 2017

Seja onde for e como for

“Só somos livres se formos o que somos”



Tiago Bettencourt - Se Me Deixasses Ser

Se me deixasses ser
O sítio onde podes voltar
Depois do dia entardecer
Ou quando a noite te agarrar
O corpo forte de chegar
A casa de permanecer
A casa para regressar
Se me deixasses ser...
Seja onde for

Se o filme fosse meu
Na luta contra o mal
Tudo o que te faz doer
Morria no final
E se o escuro não passar
E te cega como uma prisão
Vou-te resgatar
Lavar-te o coração
Se me deixasses ser
Se fosse eu a mandar
Fazia-te ver...

Frente ao precipício
Juntos pela mão
Se hoje queres saltar
Eu quero ser razão

Se me fizesses crer
no sitio onde posso voltar
para um dia entardecer
e quando a noite descansar
Na casa de permanecer
Na pedra que fazemos chão
para me rever
lavar o coração
se me fizesses crer
se fosse eu a mandar
fazia-te ver