segunda-feira, 28 de março de 2016

Arde Sem Se Ver



Luís Represas & João Gil --- Amor é fogo

Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se e contente;
É um cuidar que ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

106 comentários:

  1. Preciosa imagen para ilustrar el amor y el fuego (no hay amor sin pasión).

    Un abrazo!!

    ResponderEliminar
  2. Siempre grande el amor.

    Una bella imagen.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  3. Sugestiva imagem para um fogo que está sugerido lá "dentro".
    Parabéns.


    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  4. El amor es fuego y pasión, también romanticismo como esa foto tan bonita que has hecho.
    Un abrazo!

    ResponderEliminar
  5. Por alguna razón siempre los poetas unieron fuego y amor.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  6. O amor queima todo o corpo e ninguém vê,somente os dois amados sentem esse sentimento.
    Lindos versos e video amigo Antonio.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Olá, António.
    Belíssima foto. Igualmente belo o poema, que a mim traz lembranças ternas.
    Aliás, passaram séculos sobre séculos e a descrição do amor continua a mesma ;)
    Tenha uma boa semana.
    abç amg

    ResponderEliminar
  8. Hello, beautiful scene and image. A lovely post! Happy Monday, have a great new week!

    ResponderEliminar
  9. Bonita foto y no solo por la escena, sino por lo que expresa.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  10. Sublime o «post» apelando ao nosso poeta maior!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Cuando el amor se siente de verdad hay fugo enm cada mirada y caricia que se da.
    besos

    ResponderEliminar
  12. Que bonita foto que nos muestra algo tan maravilloso como el amor. Feliz semana Antonio. Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  13. a contemplação do amor que deve ser sempre atual

    ResponderEliminar
  14. Toda una muestra de lo que se puede transmitir con una foto bien hecha y bien revelada. Inmensidad, lugar de tranquilidad y disfrute. Un abrazo

    ResponderEliminar
  15. Lindo.. Lindo! Adorei a musica.. quem não gosta?? :)

    Beijo de boa noite

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  16. O soneto de Camões junto com a imagem e música, é fogo posto, só pode. Adorei. Beijos com carinho. Linda

    ResponderEliminar
  17. Amor é fogo que arde sem se ver, e também "é cego e vê, não sei porquê.
    Por isso tantas vezes as vidas amorosas se tornam confusas e desesperantes.
    O amor é feito de tantas contradições, como bem diz Camões no belo soneto.
    Na foto, o beijo de dois enamorados! Bonita foto.
    Boa semana, António.
    xx

    ResponderEliminar
  18. Siempre tus imágenes me sorprende por su belleza, que tengas una buena semana.

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  20. Querido Amigo Antônio

    Eu amo Camões e este soneto é divino. Aliás, os poetas portugueses são maravilhosos.
    Que bom vir te visitar e encontrar esta beleza de versos acompanhados por tão inspiradora imagem. Agradeço a linda surpresa.
    Abraço carinhoso!

    {W[amar yasmine]}

    ResponderEliminar
  21. Essa música ainda não tinha escutado , muito linda....a imagem é maravilhosa!
    abraços

    ResponderEliminar
  22. fotografia muito sugestiva...

    abraços
    boa segunda-feira :)

    ResponderEliminar
  23. Um poema de amor intemporal só podia ser do nosso grande poeta.
    Um abraço e uma óptima Terça-Feira.

    ResponderEliminar
  24. Wish you had a great easter!!Beautiful photoes!!Music and poem:))))

    ResponderEliminar
  25. El amor es una montaña rusa, una fuego que se eleva con solo añadirle un leño, poco es mucho y mucho es poco, un mar de contradicciones.
    Una foto perfecta.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  26. Simplesmente linda fotografia. Eu gostei que "É um cuidar que ganha em se perder"..ahh Amor como o fogo!
    Beijinyos,

    ResponderEliminar
  27. Linda vista da imagem e as palavras da canção interessante. Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  28. Bonita foto e que saudades provoca para a ansiada do sol, do calor...
    Abraço

    ResponderEliminar
  29. Que lindo,foto e letra! abraços, ótima semana,chica

    ResponderEliminar
  30. Unha fermosa imaxe, capta a perfección ese sentimento de "... querer estar preso por vontade" do que nos fala o xenial poema de Camões.

    Boa semana e unha grata entrada no mes de abril

    ResponderEliminar
  31. Absolutely mesmerizing...both the gorgeous picture...and words!
    Brilliant!!

    A Hug :)

    ResponderEliminar

  32. Ellos están ajenos al undo. El mundo es... ellos.
    Estupenda foto.

    Un abrazo

    · LMA · & · CR ·

    ResponderEliminar
  33. It's always a pleasure to read your posts... so relaxing!!!!
    Kisses, Paola.

    Expressyourself

    My Facebook

    ResponderEliminar
  34. pues muy sencillo...el amor es lo primero en la vida ...del amor nace la misma vida y otra y otra ...la vida es amor ?????????????
    gracias por tu visitan
    abrazo

    ResponderEliminar
  35. Hay fuegos, como el de la playa, que arden sin llama. Buena fotografía en el que el elemento humano nos hace ver el tamaño real de la playa.
    Un abrazo,

    ResponderEliminar
  36. Os versos da Florbela ficariam sublimes em qualquer canção. Não tem que enganar. O Verão já chegou ao Algarve, amigo AG?
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderEliminar
  37. beautiful photo !! beautiful post !! so pleasant !

    ResponderEliminar
  38. Camões...Que linda e verdadeira descrição do amor!
    Amei toda postagem AG.
    Abraços de uma abençoada semana!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  39. Vale sempre o sentir. Sua foto ficou encantada. Dos versos, que há tanto tempo me foram apresentados, não me esqueço. Abraço.

    ResponderEliminar
  40. "é nunca contentar-se e contente" :) :)
    Boa semana!
    Nina
    https://www.facebook.com/cantinhodapartilha/

    ResponderEliminar
  41. Gosto imenso de ouvir este soneto na voz do L. Represas.
    Camões foi genial no que concerne à "definição" do amor e tu soubeste aproveitá-lo muito bem para legendar esta fantástica foto.
    Bjo, amigo :)

    ResponderEliminar
  42. Ficou fantástica essa musicalização do poema de Luís de Camões
    E que foto belíssima! Uma dualidade perfeita
    Um abraço

    ResponderEliminar
  43. Excelente, escolha!
    Beijinho
    CG :)
    http://postigodosmeusdoces.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  44. Quel beau post !

    Merci à toi et bon mercredi

    ResponderEliminar
  45. Hermosa composición, donde los amantes se ven pequeños en medio de la naturaleza, pero la vez trasmiten mucha vida, y el calor de ese amor que loa el gran poeta Luís de Camões. Excelente la música puso a bailar a los versos.

    El mundo se puede parar cuando dos amantes entran en comunicación. Nos dejamos encadenar por el amor, pero el amor también nos hace libre...Loco corazón.

    Un beso,

    ResponderEliminar
  46. Красивая песня и снимок...Удачи!

    ResponderEliminar
  47. Cada um define o amor consoante a experiência que tem! Todos os conceitos desaguam na mesma rua; é um sentimento sublime! Se não é, é outra coisa diferente do verdadeiro amor!
    Nos dias que correm, o sentimento anda baralhado, confuso...nas ruas da amargura...ou não haveria tanto divórcio, tanta separação....tanta indignação... tanto conflito ....enfim...o maior valor em queda livre!

    António, Beijinho de amiga :)

    ResponderEliminar
  48. Cada um define o amor consoante a experiência que tem! Todos os conceitos desaguam na mesma rua; é um sentimento sublime! Se não é, é outra coisa diferente do verdadeiro amor!
    Nos dias que correm, o sentimento anda baralhado, confuso...nas ruas da amargura...ou não haveria tanto divórcio, tanta separação....tanta indignação... tanto conflito ....enfim...o maior valor em queda livre!

    António, Beijinho de amiga :)

    ResponderEliminar
  49. El amor los aisla del mundo ;)
    Buena foto Antonio.
    Un beso

    ResponderEliminar
  50. Letra linda, o amor é assim arde que nem sentimos, abraços.

    ResponderEliminar
  51. Letra linda, o amor é assim arde que nem sentimos, abraços.

    ResponderEliminar
  52. El amor consciente, es el sentimiento más perfecto que puede brotar de los lazos que unen a dos personas. Hermosa imagen!
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  53. Oi António,
    Adoro Luis de Camões e como música, o vídeo ficou lindo
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  54. Hola Antonio!
    Hermosa foto y letras llenas de amor!
    Un hermoso día, mi amigo!

    ResponderEliminar
  55. Hoje o olhar e o som dispensaram o poeta uma vez que os dois são plena poesia!
    Adorei...bj

    ResponderEliminar
  56. Antonio, mais uma foto belíssima, muito bem combinada com a letra da música.
    Tenhas um belo dia.

    ResponderEliminar
  57. Very beautiful atmosphere of the picture;-)) Greetings

    ResponderEliminar
  58. Hi. Great pictures you have on your blog. Greetings.

    ResponderEliminar
  59. Luís de Camões, e sempre o amor. Gostei.
    Vou ouvir o vídeo.
    Abraço, amigo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  60. Dizem que sim. Essa coisa do amor é muito estranha mas aonde há fumo, há fogo mesmo que não se veja. :)

    ResponderEliminar
  61. He leído mucho a este excelente poeta Luis de Camoes, y me encanta. La entrada te ha quedado preciosa con ese impresionante vídeo. ¡Enhorabuena!.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  62. Mais uma fantástica foto!! Excelente música, muito bom gosto parabéns!
    Bjs

    ResponderEliminar
  63. Que lindo...


    Nunca me canso de ler esse poema.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  64. Bem sei o que é amor e harmoniosa poesia.
    Sempre deslumbrante com suas fotos.

    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  65. Hermosa foto y post!!!
    Que tengas un buen día!!!:)))

    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderEliminar
  66. Por muito que se cante o Amor, ninguém, jamais, o 'cantará' como Luís Vaz de Camões!!

    Bela imagem, bela escolha musical e poética, para exemplificar a verdade do Amor!

    Lindo demais!

    Abraço.

    ResponderEliminar
  67. Há algum escrito mais perfeito que Camões????
    A batida da música é sensacional... e a foto na areia... deslumbrante!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  68. Confesso que estas palavras de Luis de Camões, já surgiram por lá em tempos, no meu canto... e como eu teria adorado descobrir este video, na altura!...
    Desconhecia, por completo esta versão musical! Uma tremenda partilha, António!
    E adorei a imagem!!! Perfeita... para um amor ardente...
    Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar
  69. Estas palabras de Luis Camoes han sobrevivido al tiempo, tú las has recordado en tu entrada, son palabras llenas de amor y sentimientos qur llrgan al corazón.
    Por tu comentario veo que te gusta la primavera, igual que a mi, como dices en él está llena de colores y de alegría, es la estación más bella del año.
    Besos, feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  70. O poema é soberbo e nesta linda voz ficou maravilhoso
    A imagem é espetacular
    Um abraço

    ResponderEliminar
  71. Bom dia António.
    Uma bela descrição do amor. Foto muito linda. Um feliz dia para você. Abraços.

    ResponderEliminar
  72. quel endroit magnifique ! et la plage est déserte ! génial

    ResponderEliminar
  73. e que arda sempre...
    obrigada pela sugestao de black mamba, gosto muito
    beijinhos

    ResponderEliminar
  74. Ola meu caro Amigo!
    Como sempre uma magnifica imagem pra celebrar o maravilhoso soneto de Camões.
    Um xii coração

    ResponderEliminar
  75. Ola meu caro Amigo!
    Como sempre uma magnifica imagem pra celebrar o maravilhoso soneto de Camões.
    Um xii coração

    ResponderEliminar
  76. Una magnífica fotografía con un bello soneto describiendo el amor.
    Todo un lujo.
    saludos.

    ResponderEliminar
  77. Una magnífica fotografía con un bello soneto describiendo el amor.
    Todo un lujo.
    saludos.

    ResponderEliminar
  78. Um clássico inesquecível!
    A foto é linda também!
    Parabéns pela bela escolha.

    Quero te desejar um lindo fim de semana!

    ResponderEliminar
  79. Gostei desta versão ritmada dum dos melhores poemas de sempre. E o vídeo é fantástico. Adorei
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  80. El amor es toda la belleza que muestras en tu fotografía, también la amistad y cualquier lazo que permita la plenitud de emociones.
    Feliz fin de semana caballero!!!!
    Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  81. Aah...such tender emotions! Brings tears to my eyes...
    So incredibly beautiful! :))

    Have a fabulous weekend!

    ResponderEliminar
  82. O amor sente-se, cada um à sua maneira, mas ele também se vê nas acções que praticamos no dia a dia; pequenas manifestações de amor podem ser vistas nas nossas relações com os outros. Infelizmente parece que ele se " evaporou" dos corações humanos e se transformou em ódio, em indiferença, em qualquer outra coisa a que nem sequer consigo dar nome e o certo é que nos amedrontra esse sentimento estranhissimo que se apossou do mundo. António, belissima escolha, como sempre. Não conhecia a música e gostei muito. Um bom fim de semana. Beijinho
    Emilia

    ResponderEliminar
  83. Love no matter to whom this beautiful feeling , only if this person leaves leaves pain .....beautiful photo:)

    ResponderEliminar
  84. o soneto de Camões e a música em completa sintonia com a imagem.
    muito belo!
    :)

    ResponderEliminar
  85. Bela imagem acoplada ao poema de Camões.

    Bjos e bom Domingo,
    Blog: DMulheres
    Instagram : @dmulheres

    ResponderEliminar
  86. Uma foto bonita eo texto é grande.
    Bonita em poças e muitas lembranças surgem.
    um abraço
    Helma

    ResponderEliminar
  87. Perfeita conjugação de quem sabe do ofício-
    "Há sempre um lugar"!, não é, António?

    Abraço

    ResponderEliminar