sábado, 22 de novembro de 2014

Prender

Não se consegue aprisionar aqueles que possuem asas.



Toranja-Laços

Andamos em voltas rectas
Na mesma esfera
Onde ao menos nos vemos
Porque o fumo passou

A chuva no chão revela
Os olhos por trás
Há que levar o restolho
Do que o tempo queimou

Tens fios de mais
A prender-te as cordas
Mas podes vir amanhã
Acreditar no mesmo deus

Tens riscos de mais
A estragar-me o quadro.
Se queres vir amanhã
Acreditar no mesmo deus

Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços...

Andamos em voltas rectas
 Na mesma esfera
 Mas podes vir amanhã
 Se queres vir amanhã
 Podes vir amanhã

Tens riscos de mais
A estragar-me a pedra
Mas se vieres sem corpo
À procura de luz

Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços...
Meu amor... meu amor... meu amor...

55 comentários:

  1. Beleza de foto e tens razão nas palavras! abraços, ótimo domingo! chica

    ResponderEliminar
  2. Foto bonita e vídeo, poesia maravilhosa!
    Saludos!

    ResponderEliminar
  3. Prender?

    Pois fiquei com os olhos presos á foto.. Divina
    Quanto à musica, é sempre de muito bom gosto. Obrigada amigo

    Bom Domingo
    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Não concordo, acho que consegue-se mesmo aprisionar
    quem tem asas, porque há quem as corte. Só que depois
    há quem consiga fazer crescer outras asas. Eu consegui.
    Uma foto quase opressiva, mas com flores, que a tornam bela.
    A música é belíssima. Embora o meu amor nada perceba de laços.
    Muito bonito, António.
    xx

    ResponderEliminar
  5. Pessoa com asas que não quer voar
    Ave na gaiola com a porta aberta
    Isso é para mim a "prisão" ideal: poder partir mas escolher ficar.
    xx

    ResponderEliminar
  6. Não.... não se consegue aprisionar quem tem asas....
    Pode-se aprisionar fisicamente.... mas a mente...asas que não podem ser cortadas, nos fazem voar...
    A foto é indecentemente linda.... uma quietude impressionante!

    ResponderEliminar
  7. What a beautiful street scene!!! We do not have such narrow streets in Canada, so the photos I see of the ones from Europe always amaze me!!! I love all the flowers!!

    ResponderEliminar
  8. A beautiful street image and flowers dear A.G., a lovely song and the quote is so true.
    Have a lovely day my friend.
    hugs
    xoxoxo ♡

    ResponderEliminar
  9. Bonita imagen, la calle está llena de encanto, esas estrecheces y esos adornos florales me parecen muy atractivos visualmente, saludos.

    ResponderEliminar
  10. La mirada recorre toda la calle. Genial la profunidad. Saludos.

    ResponderEliminar
  11. ♪♬° ·.
    Quanto à foto não é preciso dizer nada: só admirar!
    Vídeo triste mas muito bonito, música suave e melancólica.

    Boa semana!
    Beijinhos do Brasil.♪° ·.
    ♪♬♫° ·.

    ResponderEliminar
  12. Só se sente aprisionado quem deixa que o aprisionem!!
    Boa foto e música!!

    ResponderEliminar
  13. I would I walk in the alley, although do not have wings.
    Photo is like a dream.

    ResponderEliminar
  14. pois não!
    uma citação que subscrevo na integra.
    a foto como sempre muito bela.
    ah a música também.
    bom fim de semana.
    beijos

    ResponderEliminar
  15. Nunca ouvira este grupo...

    As fotos deste post e do anterior são lindassss

    Bom domingo :)

    ResponderEliminar
  16. Não se pode nem se deve,é um erro tremendo que pode ter consequências desastrosas. Beijo

    ResponderEliminar
  17. I encontrar fotos muito bonito Ag, mas ikb egrijp seu título em tudo nesta bela foto. Há Detenção acima da foto e eu não posso nem imaginar não vincular com o seu poema. Eu acho que o conforto journaling não é inteiramente correcto sobre vir:-)

    Saudações, Helma

    ResponderEliminar
  18. BONSOIR j'aime ta photo et ces couleurs
    puis comment ne pas aimer les petites ruelles bisous

    ResponderEliminar
  19. Caminhos estreitos não significam impossibilidade de passagem. E pensamentos não podem ser aprisionados.
    Sua foto é muito bela. Tenho conhecido várias músicas com esse seu estilo de as apresentar, que gosto por ter a letra da canção publicada. Abraço.

    ResponderEliminar
  20. Buena fotografía con profundidad y perspectiva bien marcada por la línea central más oscura de la calzada. Un abrazo,

    ResponderEliminar
  21. Mesmo quando o espaço quase nos aperta!

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde Antonio
    Ninguém consegue aprisionar quem nasceu pra voar...
    Abç
    Bárbara

    ResponderEliminar
  23. Me gustan tus fotos. Invitan a pasearse por tu blog. Buen inicio de semana. Un saludo

    ResponderEliminar
  24. Olá Antonio.
    Quem ama ,não aprisiona, o amor é livre.
    Linda imagem e palavras.
    Uma noite abençoada.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  25. Impossível não ficar rendida ao extremo cuidado que aqui encontro.
    Aliança perfeita entre imagens, música e palavras.

    Beijo

    ResponderEliminar

  26. Bonita callejuela. Está muy claro que es una callejuela portuguesa, no hay más que fijarse en el suelo.

    · abraços

    · LMA · & · CR ·

    ResponderEliminar
  27. Olá António
    Não se deve aprisionar nada... nem ninguem, apenas dar bons motivos para que haja sempre um voo de regresso...
    Um sorriso para si..:-)))
    Teresa

    ResponderEliminar
  28. Ninguém tem o direito de aprisionar àqueles que desejam ter a sua liberdade.
    bjs amigo Antonio.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  29. O amor se faz presente de muitas formas, as vezes sómente pela lembrança, pela inspiração...mas sempre é amor.

    Ghost e Bindi

    ResponderEliminar
  30. Como é lindo o saber voar!
    Foto maravilhosa!
    Abraços, e uma ótima semana.
    Mariangela

    ResponderEliminar
  31. Tão simples assim como constatado na sua transcrição. Mais um belo momento, AG. Abraço.

    ResponderEliminar
  32. Oi António,
    Quem possui asas,
    não consegue se aprisionar a nada,
    nem a ninguém...
    Então nem adianta tentar!
    Ótima semana à você!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  33. nunca é possivel prender um sonho ...

    gostei da canção do Girassol !!

    ResponderEliminar
  34. I like follow these small lanes ! always something to photograph
    beautiful

    ResponderEliminar
  35. OI QUERIDO AMIGO
    Que bela escolha.“Tem coisas que Deus dá para a gente aprender. E tem coisas que Deus só dá quando a gente aprende.”Não devemos aprisionar um amor.Dizem que é pra deixar voar que o que é pra ser nosso volta, Um abraço
    Ana

    ResponderEliminar
  36. Belas fotos e belos poemas nós presentes com suas publicações, por isso agradeço a você e muita sorte.

    Atenciosamente de Gran Canaria - Ilhas Canárias (Espanha)

    ResponderEliminar
  37. oi Antonio,

    independente das amarras,
    as nossas asas nos libertam...
    linda foto!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  38. Muito bem fotografado e muito bem dito!

    Bjs

    ResponderEliminar
  39. j'aime beaucoup le sol de cette perspective

    ResponderEliminar
  40. una callejuela muy bonita. me gusta la composición.
    un abrazo

    ResponderEliminar
  41. Tres veces tres...

    Meu amor... meu amor... meu amor...

    Bonita foto, bellos versos.

    Beijos meu amigo.

    ResponderEliminar
  42. Un placer leerte.

    Hermosas letras.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  43. Uma bela fotografia documental onde está registado o gosto (mau) de revestir paredes de azulejo (manhoso), adulterando a arquitetura original do lugar. No entanto,

    A estreiteza da viela não tolhe
    as asas à gente que nela mora
    mesmo não saindo do lugar
    viaja livre pelo mundo fora

    ResponderEliminar
  44. Buena foto.. esas calles estrechas dan muchas posibilidades... muy bien compuesta

    Abrazos

    ResponderEliminar
  45. Olá AG

    Voltei!

    Para ver suas lindas e expressivas fotos, ouvir suas escolhas musicais sempre perfeitas e emocionar-me com tão belas composições feitas por você.

    Abraços

    ResponderEliminar
  46. Se as asas são para voar...
    Lindas as tuas fotos!
    Bjs

    ResponderEliminar

  47. Com esta foto e com o título do post conseguiste um trocadilho brilhante... porque apesar das grades na janela, na tua imagem está "desenhada" uma perspectiva de "ponto de fuga"...!!


    Beijinhos fugidíos
    (^^)

    ResponderEliminar
  48. Me encantan esas callejuelas estrechas llenas de vida Antonio. Preciosa!!
    Un beso.

    ResponderEliminar
  49. What a wonderful place and a beautiful street ! I love that flowers and decorations !
    Greetings

    ResponderEliminar