sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Carência

A alma fica como um desastre natural, quando descobrimos a importância de um abraço que não temos.



Valsa de um homem carente

Se alguma vez te parecer
Ouvir coisas sem sentido
Não ligues sou eu a dizer
Que quero ficar contigo
E apenas obedeço
Com as artes que conheço
Ao princípio activo que rege desde o começo
E mantêm o mundo vivo

Se alguma vez me vires fazer
Figuras teatrais
Dignas de um palhaço pobre
Sou eu a dançar a mais nobre
Das danças nupciais
E em minhas plumas cardeais
Em todo o meu esplendor
Sou eu, sou eu nem mais
A suplicar o teu amor

É a dança mais pungente
Mão atrás e outra à frente
Valsa de um homem carente
 

22 comentários:

  1. É difícil comentar,sobre carência!
    Quem a tem,sabe o quanto ela amargura
    um coração,que necessita de um afeto ou uma palavra de carinho de um grande amor.

    bjs amigo Antonio e obrigada da visita.

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Oi amigo,
    Essa carência da ilustração não é de abraço.kkk
    Não devemos ter carência de nada. Vamos à luta
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  3. You made me smile! That is a wonderful picture. And it's so beautiful in black and white! You have a very creative imagination.

    Excellent photograph and very captivating!

    ResponderEliminar
  4. Lindos versos e não fosse você não conheceria. No fim, todos nós carregamos nossas carências. Estamos sempre procurando, o amor, a felicidade, nós mesmos! Ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  5. Eu sempre procuro levar palavras de Deus,
    palavras de amor e muitas vezes de
    conforto quando alguém precisa .
    Nunca soube falar nem colocar amigas
    ou amigos um contra outro isso é pura maldade.
    Em minha postagem procuro sempre postar
    coisas , que sinto de verdade mesmo nao
    sendo minhas as poesias ou reflexão.
    Foi com muita tristeza , que fiz a postagem de hoje
    sinto doer meu coração por estar vendo ,
    que muita coisa mudou .
    Em quase dez anos no mundo virtual.
    Hoje venho te desejar um feliz e
    abençoado final de semana.
    Que , nossa amizade seja eterna
    vivendo sempre na fé ,
    que conduz nossas vidas ,
    e no amor , que alimenta nossas almas.
    Beijos ternos e carinhosos hoje e sempre sua amiga.
    Evanir.
    Meu amigo obrigada pelos comentários no meu blog.
    Por favor pode me mandar seu email quero muito enviar um mimo pra você meu amigo.
    evanir_garcia@hotmail.com

    ResponderEliminar
  6. Boa Noite
    Agradeço a visita e o comentário.
    Cada pessoa carrega suas alegrias e suas carências.
    Um poema gostoso, tanto ou mais que aquele abraço que nos acaricia e nos saisfaz.

    ResponderEliminar
  7. Todos somos carentes de uma forma ou de outra.

    ResponderEliminar
  8. Homem ou mulher, ficam tão iguais na carência..." Se alguma vez me vires fazer
    Figuras teatrais
    Dignas de um palhaço pobre
    Sou eu a dançar a mais nobre
    Das danças nupciais"... simples assim!!! pode ser bastante boba, ou quase ridícula, mas faz parte do "ritual da carência"... amei teu poema... beijos de VC...

    ResponderEliminar

  9. Olá Antônio,

    É verdade. A falta deste abraço quase nunca pode ser suprida por outra pessoa.
    Momentos de carência nos assolam de quando em vez, mas logo chega um 'anjo' para aquecer a nossa alma.

    Interessante a foto. Eu não gostaria de ser fotografada de tão perto, pois a lente da máquina não é nada amiga-rsrsrs.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Boa noite caro amigo ! Belíssima melodia ao som do piano, a letra um verdadeiro poema caliente... bravíssimo !!! Já estou a te seguir, gostei muito do seu blog um espaço aconchegante com seus escritos fascinantes.
    Sinta-se abraçado por uma nova amiga,
    Clarice

    ResponderEliminar
  11. Olá Antônio
    Um abraço envolvente traz tanto calor e conforto que a falta dele nos deixa mutilados. Uma linda melodia
    Beijos com minha sinceridade amizade
    Gracita

    ResponderEliminar
  12. Que blog interessante. Gosto como você combina o visual com as palavras. Muito bem pensado.
    Abraços

    ResponderEliminar

  13. "... a importância de um abraço (dos braços) que não temos."

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  14. Bom dia

    Um abraço pode ser o principio de tudo ou o momento desejado
    O abraço sincero e amigo vale por 1000 palavras

    Bom fim de semana
    Abraço
    *******************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/



    ResponderEliminar
  15. Guilherme Arantes é um grande compositor. Para mim, um dos maiores da MPB. Gostei de vir aqui hoje!

    ResponderEliminar
  16. Oi Antonio

    Que o seu final de semana seja repleto de alegrias e grandes realizações...

    Beijos com carinho
    Ani

    ResponderEliminar
  17. JORGE DE SENA

    Desencontro

    Só quem procura sabe como há dias
    de imensa paz deserta; pelas ruas
    a luz perpassa dividida em duas:
    a luz que pousa nas paredes frias,
    outra que oscila desenhando estrias
    nos corpos ascendentes como luas
    suspensas, vagas, deslizantes, nuas,
    alheias, recortadas e sombrias.

    E nada coexiste. Nenhum gesto
    a um gesto corresponde; olhar nenhum
    perfura a placidez, como de incesto,

    de procurar em vão; em vão desponta
    a solidão sem fim, sem nome algum -
    - que mesmo o que se encontra não se encontra.


    Jorge de Sena, in ''Post-Scriptum''

    ResponderEliminar
  18. Boa tarde.Bela música, belos poemas.
    Parabéns pelos belos poemas...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  19. Aqui no Brasil, chamaríamos isso de "mão boba" rsrsrsrs
    Gostei dos versos e da imagem.
    Parabéns, abraço

    ResponderEliminar
  20. Hola: Bonitos versos e imagen, y bella música también.

    Un beso y se muy feliz.

    ResponderEliminar
  21. Hola: Bonitos versos e imagen, y bella música también.

    Un beso y se muy feliz.

    ResponderEliminar